Amar a Deus acima de tudo

Hoje aprendi algo que pode mudar o mundo de quem quer mudar o mundo e trabalha para isto.
Lendo o livro do autor Bob Sorge, ‘Segredos do lugar secreto’ aprendi que nem sempre colocamos em primeiro lugar nas nossas vidas quem realmente merece e, às vezes, confundimos seus dois maiores mandamentos:
1. Amarás o senhor Teu Deus de toda tua alma
2. Amarás o próximo como a ti mesmo
Nós, que procuramos amar ao próximo, muitas vezes, sem perceber, colocamos este “fazer” na frente do primeiro mandamento, e por isso, enfraquecemos e até mesmo perdemos o ministério. Mas como isso acontece?


O autor usa a metáfora de abastecer o carro. Ele diz que vai ao posto de gasolina “abastecer” porque é obrigado, mas o que ele na verdade gosta é de “dirigir”. Quando perdemos o foco, não buscamos mais a Deus por amor à sua Presença, mas para nos “abastecer” e “dirigir” nosso ministério, ou fazermos pelos outros, apenas vamos até Deus para nos “abastecer” quando na verdade Ele quer intimidade, comunhão, amor sincero.
Bob Sorge se refere ao livro de Apocalipse:
“Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos.
E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste.
Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.”  Apocalipse 2:2-4
O primeiro amor da nossa vida tem que ser Deus. Perceba que a igreja de Éfeso não abandonou a obra, mas deixou seu primeiro amor, deixou de estar diante de Deus para amá-lo, apenas fazia sua obra, colocou o segundo mandamento em primeiro lugar.
Não vamos continuar a fazer isto! Precisamos ser conhecidos por Deus para sermos salvos, afinal, não são os que O conhecem que serão salvos, mas sim aqueles que são conhecidos por Ele!
“Senhor, Senhor, abre-nos. E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço.” 
Mateus 25:11-12
Portanto, vá agora para um lugar secreto e busque-O, que em secreto vocês vão se encontrar.
“Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.” Mt 6:6
Anúncios

Vai dar tudo certo! Ele é com você!

Deus acima de todo o mundo que se move
Deus acima de todas minhas esperanças e medos
E eu não me importo com o que o mundo joga em mim agora
Vai dar tudo certo

Ouça os sons das gerações

Gritando nossa canção de liberdade
Tudo em tudo que o mundo saberia Seu nome
Vai dar tudo certo

Porque eu sei que meu Deus salvou o dia

E eu sei que Sua Palavra nunca falha
E eu sei que meu Deus fez um caminho pra mim
Salvação está aqui

 

A Salvação está aqui
A Salvação está aqui e Ele vive em mim
A Salvação está aqui
A Salvação que morreu só pra me libertar
A Salvação está aqui
A Salvação está aqui e Ele vive em mim
A Salvação está aqui
Porque Tu estás vivo e Tu vives em mim

Eu sou essa andorinha…

“- Certa vez houve uma inundação numa imensa floresta. O choro das nuvens que deveriam promover a vida dessa vez anunciou a morte. Os grandes animais bateram em retirada fugindo do afogamento, deixando até os filhotes para trás. Devastavam tudo o que estava à frente. Os animais menores seguiam seus rastros. De repente uma pequena andorinha, toda ensopada, apareceu na contramão procurando a quem salvar.

As hienas viram a atitude da andorinha e ficaram admiradíssimas. Disseram: ‘Você é louca! O que poderá fazer com um corpo tão frágil?’. Os abutres bradaram: ‘Utópica! Veja se enxerga a sua pequenez!’. Por onde a frágil andorinha passava, era ridicularizada. Mas atenta, procurava alguém que pudesse resgatar. Suas asas batiam fatigadas, quando viu um filhote de beija-flor debatendo-se na água, quase se entregando. Apesar de nunca ter aprendido a mergulhar, ela se atirou na água e com muito esforço pegou o diminuto pássaro pela asa esquerda. E bateu em retirada, carregando o filhote no bico.

Ao retornar, encontrou outras hienas, que não tardaram a declarar: ‘Maluca! Está querendo ser heroína!’. Mas não parou; muito fatigada, só descansou após deixar o pequeno beija-flor em local seguro. Horas depois, encontrou as hienas embaixo de uma sombra. Fitando-as nos olhos, deu a sua resposta: ‘Só me sinto digna das minhas asas se eu utilizar para fazer os outros voarem!”

Augusto Cury em O Vendedor de Sonhos – O chamado