Hoje é dia de faxina!

Descobri que sou uma pessoa que gosta muito de limpar. Não sou muito adepta de decorar mas gosto de fazer uma boa limpeza, parece que fico feliz só porque o ambiente está limpo. E o melhor horário do dia para isso é pela manhã. Nem sempre posso fazer do jeito que eu gosto devido à vida corrida mas é sempre bom quando termino e respiro aliviada sabendo que organizei e limpei bem meu lar ou ambiente de trabalho.
Mas a limpeza física não é o mais importante. Também a limpeza de espírito importa e muito.
A vida passa muito rápido e nossa capacidade de conhecer novas pessoas cresce cada dia devido a facilidade em viajar, redes sociais, círculos de amigos grandes, enfim. Conheço muitas pessoas que dizem: “amo conhecer gente nova!”. Mas eu te pergunto: conhecer? Como conhecer uma vida de mais de vinte anos em um dia? As pessoas se enganam sobre o que é conhecer.
image
Imagine viver com aquela pessoa que vida você “conheceu”. Imagine que ela não tem os mesmos critérios e gostos que você. Tá legal mas se ela tem o mesmo interesse por te conhecer ainda pode ser legal esta aprendizagem, mas e quando a pessoa se fecha ou não te transmite sinceridade?
Daí você passa a ver “sua nudez”, deixa eu explicar, suas manias, defeitos, gostos. E eles não casam com o seu. Pronto, aí você diz: nessa hora é melhor se afastar. E percebe que sua tolerância era menor do que pensava.
Mas conhece outra pessoa. E esta é parecida, que legal, com você. Vocês são trabalhadoras, buscam fazer o melhor em tudo… Mas ela exige demais dos outros e não corresponde ao nível de julgamento. Pronto. Você conheceu aí esta pessoa.
Nós não conhecemos alguém apenas quando falamos: “oi.qual sua cor preferida? Você também gosta disto! Como somos parecidas…” você conhece quando descobre os dois lados. E é aqui que começa o processo.
Depois de muito conviver com aquela pessoa você descobre que está ainda mais parecida com ela. É como se misturassem e tornasse as características dela também suas. Ou seja, vocês influenciaram uma a outra.
Todos nós somos resultados de influência de várias pessoas. Começando pelos nossos pais, amiguinhos, professores(que são os únicos profissionais nesta área. E assim vamos crescendo, influenciando e sendo influenciados.
Nisso não ha problema. O problema começa quando não decidimos quem nos influencia.
image

Então começamos a absorve tudo: o que aprovamos e o que não aprovamos.
A solução neste ponto é a simples limpeza.
Colocar tudo em ordem e limpo faz bem. Pra Talma.
Definir seus valores e arrumar os pensamentos. Uma faxina para levantar o ânimo.

Janela do Facebook

Estive pensando em como fiquei viciada em algo que eu odeio que é o Facebook. Depois que fiquei longe da família, ele se tornou o meio de comunicação mais eficaz e que torna todos mais próximos, mas também descobri que é intrigante mente viciante.
Imagine que tenho acesso a todos os círculos só sociais dos quais participei em toda minha vida seja na escola, na igreja, na minha família, no trabalho, na universidade, enfim, todas estas pessoas dentro de um mesmo ambiente, de uma mesma sala e eu as observo de uma única janela.
Parece que queremos falar com todas ao mesmo tempo e receber o feedback de todas. Imagine uma roda de amigos com quinhentas pessoas!
Pois é isso o que faz o Facebook.
Ele une as nossas imensas e intermináveis conexões interpessoais passadas e,sem controle pode interromper nossas conexões futuras, especialmente quando estamos em um meio completamente novo e diverso.
Também percebi que ficamos na janela “olhando a rua” e vendo a banda passar quando abrimos uma janela do facebook.
Mas é interessante como posso vencer o tempo e o espaço através de um simples emaranhado Livro de Rostos.

Voltando pra mudar

image

Estou de volta!!
Olha não sei como fazer mas preciso voltar a escrever aqui as idéias, senão nunca vou mudar o mundo…
Neste momento da minha vida, tenho meditado muito sobre como crescer e ser melhor a cada dia.  Hoje vivo um momento novo que nunca me imaginei fazendo: casada! Minha mãe dizia e é verdade, a gente dá mais valor para elas depois que casamos…  Porque imagina gerenciar uma casa: alimentação, limpeza, decoração, cubrir necessidades de reparos, recursos, visitas, bem estar e ainda ter tempo para fazer cabelo, unhas, escolher roupas ou até mandar fazer, marido, distração, ops, isso não entra na lista… Ufa! E criar três filhos como minha mãe fez…  Eh, preciso aprender muito.
Meus maiores desafios são :
Agilidade (pela falta de experiência e exigências perfeccionistas, faço muitas coisas devagar, porque minha mãe ensinou que rápido fica mal feito!)
Definir cardápio: como é difícil para mim esta tarefa!  Parece algo tão simples mas eu tomo uma surra nesta hora… E no final faço tudo diferente… Vai entender…
Manter a rotina da casa toda semana: uma semana passo a roupa, na outra faltam várias, minha agenda de limpeza inclui tal coisa, mas acaba que eu faço outra que nem estava pensando! Ahh!
Manter a apresentação impecável : olha, quando lembro disso já saí faltando algo e não posso voltar para consertar…
Administração econômica : no comments at all!
Relaxar… Nunca!
Pois é eu sempre gostei de um desafio e parece que desta vez me meti em um dos grandes…  E é sobre isso que vou comentar aqui, agora vou recomeçar a mudar o mundo começando pelo meu mundinho. E estarei aqui para mostrar cada dia desta luta começando por atualizar meu querido blog! Até amanhã!!

Sardes

Estive meditando em uma mensagem na Bíblia, e descobri algo que para mim foi um tanto especial. Diz assim:

Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto.
Sê vigilante, e confirma os restantes, que estavam para morrer;

Apocalipse 3:1-2

Nesta passagem Deus diz a um grupo de pessoas que vivem de aparencia, que deixem esta mentira e assumam sua real condicao.

Em outra traducao o trecho me fez lembrar a outra passagem, que se refere a semente. Se ela for plantada e nao morrer, nao dá fruto.

Reparei entao que a semente geralmente é bem firme, muitas delas nós até comemos. Mas depois de um tempo na terra, de fato ela fica enrugada, feia, como se de verdade estivesse morta. Outras estouram e sai um ramo de dentro delas.

Ou seja, a semente tem que rejeitar aquela forma bonita e apetitosa que tem, sacrifica seus nutrientes e tudo mais que carrega, deixa de ser, para que outra planta possa surgir dela.

Interessante e profundo isso!

Nos como seres humanos, para que a natureza divina exista, precisamos nos desfazer da terrena. E que tarefinha difícil!

Porque se a natureza já está habituada a atos de sacrifício em prol da continuacao da vida, o ser humano resiste a abrir mao do pouco que é para continuar existindo. Ou subexistindo.

Toda a vida de Deus pode ser resumida neste ato da semente: morrer.

Deixar de assumir-se o melhor para que O melhor seja Deus.

Deixar de fazer o que sabe, para se arriscar ao que nao sabe.

Deixar de falar, para Ele falar.

Deixar de escolher o caminho, para Ele decidir o seu dia e nao se irritar quando as coisas saem dos seus planos.

Deixar de planejar, viver os Planos de Deus.

É… falar é muuuito fácil, difícil é viver isso.

Bom, amanha comeca daqui a pouco, vamos tentar?

Salmos do Ano Novo

Salmos do Ano Novo

1Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.

2Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.

3Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

4Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.

5Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.

6Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria.

7Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve.

8Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.

9Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades.

10Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.

11Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.

12Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

13Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão.

14Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tua justiça.

15Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o teu louvor.

16Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocaustos.

17Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

18Faze o bem a Sião, segundo a tua boa vontade; edifica os muros de Jerusalém.

19Então te agradarás dos sacrifícios de justiça, dos holocaustos e das ofertas queimadas; então se oferecerão novilhos sobre o teu altar.

Salmos 51