Eu quero mudar o mundo

Já disse aqui que meu objetivo sempre foi mudar o mundo. Quando criança achava que não deveriam existir cidades, apenas árvores e poderíamos morar nelas. Elas seriam nossos prédios.

Quando jovem quis me formar em biologia para descobrir a cura para as doenças que transtornavam as vidas das pessoas. Mas com minhas experiências de vida, descobri que curar não era suficiente, a nossa alma é que necessitava de cuidados.

Descobri isto porque a minha precisou um dia. Achava que tinha tudo para ser feliz, mas não era. Foi aí que descobri que a alma também precisa de cura.

E descobri que a maior cura que alguém pode obter é esta. Quando minha alma foi curada dos males sentimentais, também minha saúde mudou, minha visão mudou, minha disposição de viver mudou, meu mundo mudou!!

Mudar o mundo se tornou para mim, então, uma questão maior, mais concreta e mais simples: para mudar o mundo, eu não precisava mais ser famosa e reconhecida na ciência, apenas deveria mudar o mundo à minha volta.

Não é por meios políticos, científicos ou qualquer “icos” adicionais que vamos conseguir mudar o mundo. Mudamos o mundo quando nosso interior é renovado.

Porque quando estamos bem, queremos fazer as outras pessoas felizes também. O respeito, o amor e a tolerância se tornam mais naturais e necessários para uma alma sadia se manter em paz com todos. Com isso, passamos a ouvir mais, entender mais, ajudar mais e construimos uma unidade de bem estar entre as pessoas que estão à nossa volta.

Que, por sua vez, estando bem e felizes, vão querer levar isto a outras pessoas, e estas outras pessoas levarão a mais outras, e assim contaminanos o mundo inteiro. Tá bom, exagero meu, mas podemos chegar ao mundo inteiro.

Foi assim que os ideais cristãos se difundiram: um viveu a experiência maravilhosa de Encontro e Conhecimento de Deus, contou para outro que ficou curioso, foi conferir e também viveu isto, contou a outro, a outro, a outro e hoje estamos no mundo inteiro.

Foi assim que descobri como mudar o mundo. Através do Evangelho de Cristo.

E tem sido mais eficaz do que minhas ideias anteriores, que eram limitadas a grupos de pessoas. Agora, uma visão democrática atende a todos os grupos, povos, nações, línguas, etnias e qualquer, mas qualquer mesmo, ser humano que queira conhecer uma mudança interior.

Eu tenho mudado o mundo porque mudei primeiro.

No filme “A volta do Todo Poderoso” é mostrada esta ideia. E mais, às vezes Deus nos mostra o que fazer para mudar o mundo, mas não enxergamos a dimensão da coisa.

Em uma das cenas, Deus (interpretado pelo excelente Morgan Freeman) ri-se do pobre personagem do deputado idealista quando ele diz que não pode parar a vida dele e os planos dele para cumprir o planos de Deus.

“Mas, e os meus planos? – diz o deputado que planejava se instalar na nova casa e firmar sua carreira recém iniciada.

Hahahaha. Seus planos?? – ri-se Deus”

Como quem diz: Seus planos são muito pequenos perto dos meus e você não é capaz de enxergar isto!

Pois é amigo(a) leitor. Se você, assim como eu, quer mudar o mundo, precisa saber destas duas coisas:

1. Você muda o mundo quando muda a si mesmo primeiro.

2.Você não consegue fazer isto sem Deus.

Ah, sim. E para fazer isto aliado a Deus, você precisa estar disposto a sacrificar seus planos pelos Dele. Será que você está disposto?

Fica a dica.

Vamos mudar o mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s